quinta-feira, 25 de março de 2010

Como descongestionar o trânsito de Salvador?


Maj PM Valter Souza Menezes*


Basta aparecer uma festa na cidade ou dias normais nos horários de corre-corre que o trânsito da nossa Salvador trava todo, literalmente. O pior é que as pessoas já estão se acostumando com essa situação horrível. Ligam seus condicionadores de ar, FM nos ouvidos e vão vagarosamente perdendo tempo que poderia ser gasto em lazer, trabalho, estudo ou produzindo algo mais interessante.

A Prefeitura tem que criar um canal de comunicação rápido e eficiente com a comunidade para ouvir as sugestões que poderiam melhorar o tráfego de carros e pessoas dentro das vias. Existem vias que poderiam ser canalizadas para outros bairros, sem a construção de grandes avenidas. Por que não ouvir o povo que sofre com esse mal?

Ouvir e dar retorno, pois você liga o rádio do carro e ouve uma variedade enorme de sugestões que se perdem ao vento, e muitas vezes são dadas por pessoas que têm conhecimento em urbanismo, arquitetura, controle de trânsito etc.

Vou dar alguns exemplos: na Avenida Luis Eduardo Magalhães não temos ligação direta com os bairros de Pernambués e Resgate. Se você quiser sair dessa avenida para esses bairros, tem que entrar na Paralela ou entrar pelo 19ª BC, subindo para o Cabula. Vejam que no sentido Retiro/Paralela já estão quebrando o passeio para carros subirem em direção ao bairro de Pernambués! Por que não se pavimentar uma via no meio da Avenida LEM com acesso ao Pernambués e ao Resgate? O acesso à Avenida Luis Eduardo, para quem vem da BR 324, é muito complicado. Você tem que ir até o supermercado G. Barbosa da San Martin e retornar depois de dois semáforos. Pode?

A saída da última via do Centro Administrativo da Bahia (CAB) em direção ao Iguatemi é uma tragédia depois das 17h, uma vez que todos querem descer ali. E o pior é que querem cruzar a Paralela, em direção ao Aeroporto, fazendo o efeito tesoura. Por que não recuar mais aquele enorme passeio, dando mais abertura aos ônibus que vão acessar o ponto da Passarela do Extra? Ali temos uma "barriga" que trava a Paralela. Aliás, esse ponto de ônibus da passarela do supermercado Extra tem feito um mal enorme ao fluxo de carros naquele ponto. Tem que alargar a via na altura do ponto! Ainda no mesmo setor, não há uma via que ligue a Avenida Edgar Santos ou o Cabula VI ao CAB. Se alguém sair dessa avenida para ir ao CAB tem que fazer o retorno lá na Luis Eduardo ou ir por Sussuarana, que é uma viagem…

Outro caso de aborrecimento é a Avenida Gal Costa – liga a Estação Pirajá à Avenida São Rafael – que não tem acesso a Paralela, pois deixaram uma favela crescer ali. Ou você sai por Sussuarana ou tem que entrar na Avenida São Rafael para seguir para o centro da cidade, via Iguatemi. Muitos locais poderiam ter vias para desafogar o trânsito, mas têm surgido favelas, o que aumenta o transtorno.

A Barroquinha poderia se ligar com a Avenida Joana Angélica. O terminal da Lapa poderia se ligar com o bairro do Tororó.

O primeiro retorno da Avenida Oscar Pontes, que oferece acesso direito ao Terminal do Ferry Boat, só faz travar toda a avenida, com enormes carretas que vão ao porto. Se existe outro retorno logo em frente, antes da Cesta do Povo, para que existe o primeiro?… O terminal de ônibus da Calçada é um terminal abandonado. Todo sujo e esquecido.

O coração das Sete Portas tem um enorme calçadão, que só tranca o trânsito. E, o pior, com um ponto de ônibus bem antes da sinaleira, para quem vai para a Baixa de Quintas. Além disso, colocar ponto de ônibus logo debaixo de sinaleiras é coisa nossa mesmo! Pontos de ônibus devem estar após a faixa de pedestre, pois o sinal abre (verde!) e o “buzu”, vans e agora mototáxis ficam parados no ponto, travando o escoamento da via. Não esqueçam de sinalizar o ponto de ônibus!

Outra: a Paralela, no trecho da Faculdade Jorge Amado, ficou travada várias vezes por falta de passarela e vários dias pelos atropelos. Tudo bem! Agora tem uma passarela e continuam os dois semáforos anteriores. Daí, pergunta-se: por que colocou a passarela?

Alguém precisa dizer aos senhores técnicos e engenheiros da Prefeitura que taxistas, motoristas de ônibus, policiais e o público de um modo geral, observam diariamente o fluxo e podem contribuir com ideias para melhorar a nossa cidade.

Assim, vamos travando a cidade e suando com os nossos engarrafamentos. Vamos ouvir mais a comunidade para melhorar a Cidade! Para qual e-mail poderemos mandar sugestões?

Alguém precisa também dizer aos senhores carreteiros, e motoristas de carros grandes e pesados, que o local deles é sempre na direita da via, ou a esquerda da via exclusiva de ônibus, quando ela estiver na direita!

Olhe, você pode até discordar de alguma dessas sugestões aqui lançadas ao vento, mas que estou tentando ajudar, estou! Também sou vítima direta dessa bagunça em que se tornou o trânsito de Salvador.


*Autor: Valter Souza Menezes é major da PM-BA, comandante da Rondesp/Atlântico e bacharel em Direito

Os artigos publicados na Coluna "A Voz do PM" não refletem o posicionamento oficial da Polícia Militar da Bahia nos assuntos em questão. Se você for policial militar e desejar publicar seu texto nesta coluna, mande seu texto com nome, posto ou graduação, OPM e currículo resumido para dmt.midiasocial@pm.ba.gov.br

7 comentários:

  1. http://abordagempolicial.com/2010/03/salario-pmba-x-pmse-correio-da-bahia/



    Minhas Continências Regulamentares.


    Um dos ´´motivos´´ Senhor!

    Uma ´´Policia´´ bem paga, é uma Policia !

    Nas ´´ruas´´ da SSA o que nos dizem é....
    {até quando isso? que policia é essa?}
    {oramos por vcs sempre!}
    {vcs são uns herois}
    { governo ´´sacana´´..}
    {meus amigos...não se exponha tanto!}
    {Profissão ingrata a de vcs}
    {La no DF(Brasilia) a Policia não tem muito trabalho}
    {Que pena, SSA tão linda! uma maravilha! e a Policia? Meu Deus!}
    {Quanta ingratidão com vcs!}

    Valeu Comando!

    ResponderExcluir
  2. Gostei major menezes das suas sugestoes. Sera que vao fazer alguma coisa?

    ResponderExcluir
  3. As Polícias Militares dos Estados e do Distrito Federal fazem parte do Sistema Nacional de Trânsito.
    Logo, através de convênio, a Polícia Militar poderá atuar no trânsito, amenizando a situação dos congestionamentos que há tanto nos deixam indignados.
    Mas para isso, é necessário ter um significativo efetivo policial para distribuir em diversas áreas do Estado. Infelizmente a Bahia não dispõe, no momento, de grande efetivo na corporação. Tem um concurso em aberto e vários candidatos habilitados esperando uma oporunidade para fazer parte da instituição, mas não sei por qual motivo, os administradores dessa área não convocam esse pessoal.
    A Bahia é um dos maiores estados do Brasil e, sem dúvida, o mais rico do Nordeste, por essa razão, precisa de um grande efetivo policial, mas não tem!
    .
    Marcos

    ResponderExcluir
  4. O Trânsito de Salvador somente será desafogado quando o termo "Engenharia de Tráfego" for utilizado em vias de fato. É notório o completo destoamento entre causas e efeitos. Até nós que não somos especialistas em trânsito poderíamos interpretar e solucuinar boa parte dos engerrafamentos se realmente existisse um canal direto com a já "falida" prefeitura de salvador.
    Ao invés de "construirmos" metrôs fantasmas e trilhos que levam lugar nenhum ao nada, e "lucrarmos" com desvios e superfaturamentos em licitações, bem que "poderíamos" construir mais viadutos e repensar o fluxo viário de salvador. Digo em primeira pessoa porque todos nós somos responsáveis pelos fatos supracitados, uma vez que somos complacentes e omissos, o que causa uma certa sensação de acomodação!

    ResponderExcluir
  5. Flavio Augusto dos Santos26 de março de 2010 12:45

    O Comando da PM deveria pegar essas sugestões e mandar ao Prefeito João Henrique. Vamos fazer a nossa parte também!.

    ResponderExcluir
  6. A LOCALIZAÇÃO DO BLOG NO SITE DA PMBA ESTA MUITO PEQUENO. NA INTRANET NEM TEM. SÓ TEM DO DMT E CHOQUE!
    TEM MUITOS PM QUE NAO SABEM ONDE E COMO ENTRAR NO BLOG.
    eM VEZ DE URL, QUANDO FOR POSTAR, PQ NAO BOTA O E-MAIL, TELEFONE E ENDEREÇO NAO OBRIGATÓRIOS?
    AI MAIS SUGESTÃO SR. cMT.
    GERAL.

    ResponderExcluir
  7. gostaria de saber do cel mascarenha,sobre a questão da carga horária da PMBA, pois alguns comandantes do interior, que estão explorando a tropa com escalas fora da realidade.

    com a palavra o CMT GERAL....

    Sd PM Edmilson

    ResponderExcluir

 

Copyright 2009 Todos os Direitos Reservados | Revolution church Blogger Template by techknowl | Original Wordpress theme byBrian Gardner