sexta-feira, 30 de abril de 2010

Conhecendo o Batalhão de Choque da PMBA


A realização do policiamento ostensivo por parte da Polícia Militar da Bahia exige vários tipos de especializações, necessárias ao cumprimento da missão global que a Constituição Federal dotou às polícias militares brasileiras. Por isso, além do policiamento exercido pelas unidades ordinárias, faz-se necessário a existência de tropas e Organizações Policiais Militares que sejam capacitadas em situações incomuns, que fujam da normalidade. Dentre essas OPM’s, certamente, uma das referências é o Batalhão de Polícia de Choque, tropa de reação do Comando Geral, especialmente instruída e treinada para as missões de exigência técnica especial ou de alto risco, além do apoio a outras Unidades Operacionais.

O “Choque”, como é popularmente conhecido, tem sua origem na década de 70, quando um dos pelotões do antigo 5º Batalhão, com sede no Centro Administrativo da Bahia (CAB), se dedicava às atividades de Choque. O pelotão, em 1975, se transformou em Companhia, tendo adquirido sede própria, na Fazenda Caji, no Município de Lauro de Freitas, em 1979 – sede que ainda hoje se mantém. Assim, as atividades de Choque tiveram projeção no âmbito da Corporação, em razão da sua diversidade de emprego em missões que o policiamento ordinário não tinha mais condições de executar, como se registra o Decreto nº 29.458 de 24 de janeiro de 1983, que criou, enfim, o Batalhão de Polícia de Choque, que atualmente possui seis companhias de policiamento especializado.



As subunidades do BPChq


Companhia de Controle de Tumulto e Distúrbios Civis (CTDC)

Embrião do BPChq, a Ciompanhia de Controle de Tumultos é responsável pelas atividades de Intervenção em conflitos agrários e urbanos; Intervenção em estabelecimentos prisionais; Reintegração de posse; Controle de motim e rebeliões em estabelecimentos prisionais; Apoio em situações extraordinárias às Unidades Operacionais da PMBA.


Companhia de Policiamento e Eventos Especiais (CPEE)

A Companhia de Eventos Especiais é a responsável principal pela preservação da Ordem Pública em eventos de grande porte - policiamento em praças desportivas, parques de exposição, shows e qualquer outra situação desta natureza. A CPEE realiza, também, o Policiamento de Guarda do BPChq, da Corregedoria Geral e do Quartel do Comando Geral.


Ronda Tático Motorizada (ROTAMO)

A ROTAMO dá suporte operacional de Rádio Patrulhamento a todas as Unidades de Área, fazendo abordagens em transportes, realizando o Rádio Patrulhamento Tático em áreas bancárias, escolta de presos, numerários e dignitários, abordagem em estabelecimentos prisionais, policiamento extraordinário em locais de elevado índice de violência, além de ser utilizada como "Choque Rápido" no controle de distúrbios civis. Além disso, possui um pelotão de motociclistas, o GARRA.


Companhia de Operações com Cães (COC)

Atua no apoio Operacional das outras Subunidades de Choque, em todas as ações finalísticas do Batalhão, com ênfase para o policiamento de praças desportivas, busca e rastreamento de substâncias tóxicas e explosivas, busca e captura de pessoal, policiamento extraordinário em apoio às Unidades de Área, utilizando-se da inestimável contribuição dos cães adestrados.


Companhia de Apoio e Recompletamento

Supre as demais Subunidades, recompletando a operacionalidade nos grandes eventos, ou em qualquer evento de cunho extraordinário ou especial, além de fazer fluir as atividades administrativas do dia-a-dia.


Companhia de Operações Especiais (COE)

Constitui o último recurso do Estado para preservar vida e aplicar a lei. Opera em ocorrências de alto risco de perda de vidas humanas, especialmente aquelas envolvendo reféns; artefatos explosivos e criminosos de alta periculosidade e outras ocorrências complexas que exijam preparo especial de pessoal, arma e equipamentos. Equipe Tática composta de time tático; equipe de atiradores snipper e equipe de ações contra bombas.

A “Tropa de Elite” da PMBA





A Companhia de Operações Especiais é considerada a “Tropa de Elite” da PMBA, já que exerce funções de alto risco e responsabilidade, tal qual outras tropas de outras PM’s, como o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), da PMERJ, e o Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), da PMESP.

O ingresso na COE se dá através da aprovação no Curso de Ações Táticas Especiais (CATE), de 45 dias, ou no Curso de Operações Policiais Especiais (COPES), de 100 dias, onde o candidato deve ter, no mínimo, 3 anos na Corporação, e conduta ilibada. O COPES é considerado o curso operacional da PMBA de maior exigência física e técnica por parte dos seus alunos, já que pré-requisita seus concluintes a atuar em operações de alto risco.

* * *

O Batalhão de Choque, atualmente comandado pelo Tenente-coronel Jorge Damasceno da Silva Couto, é considerado pólo exportador de doutrina para o desempenho da atividade policial militar na PM da Bahia. Com seu conhecido uniforme rajado urbano, o BPChq exerce as funções acima tratadas sem se afastar do seu lema: “Vencer sem a necessidade de lutar, mas se ocorrer a ação, que seja meu guia a LEGALIDADE, meu instrumento a TÉCNICA e meu objetivo a PROTEÇÃO”.

Caso você queira convidar o Batalhão de Choque para realizar apresentações de suas atividades em sua comunidade, escola (pública ou particular) ou empresa, acesse o site do BPChq e preencha o formulário. Vale a pena ter uma pequena demonstração do trabalho desses homens e mulheres que atuam sendo referências técnicas para a Corporação.

26 comentários:

  1. Parabéns aos guerreiros desse honroso Batalhão, em especial o Sd Alves ( ROTAMO ). Um policial com técnica de antigo e vibração de um recruta.

    ResponderExcluir
  2. e quando vai começar o GR na base tigre? nesse batalhão de bravos guerreiros!

    ResponderExcluir
  3. Grandes guerreiros!!

    ResponderExcluir
  4. O ar que se respira nesta unidade, faz o guerreiro se sentir mais forte, vibrante e vencedor. Estes nobres choqueanos deveriam ser mais valorizados.

    Meu sangue é e sempre será rajado!

    Selva!!!

    ResponderExcluir
  5. Sd Alves é uma lenda no choque, não dá pra entender como permanece como SD, são as injustiças da PM

    ResponderExcluir
  6. O GOT DE CANDEIAS PARABENIZA O O CHOQUE, QUEM PASSOU POR LÁ NUNCA ESQUECE!!!!!!
    VIVA A SEMANA DA CAVEIRA!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. WESLEY SANTO DE SOUZA1 de maio de 2010 22:52

    SERVI NO BATALHAO DE CHOQUE SOB COMANDO DO CORONEL MASCARENHAS,HOJE COMANDANTE GERAL,E TENHO VONTADE DE RETORNAR PRA LA,POIS MIM IDENTIFICO COM ESSE MEU BATALAHO QUE TANTO ADIMIRO.BPCHQ TODA VIDA.

    ResponderExcluir
  8. PARABÉNS AO SUB TEN MACELO DIAS ATUALMENTE ALUNO OFICIAL DA APM 2011 RETORNO AO CHOQUE COMO TENENTE EXCELENTE COLEGA E PROFISSIONAL

    ResponderExcluir
  9. Btl. de Choque, mts tem vontade de servi-la! Porém gostaria de saber do Cmt. Geral quando irá liberar as transferencias e permutas da turma de 2008? Muitos estão prejudicados com isso, sem poder estudar, de estar proximo da familia, se arriscando em viagens longas.

    Saudações Milicianas!!

    ResponderExcluir
  10. TIVE OPORTUNIDADE DE SER O BTA DE POLICIA DE CHOQUE, UNIDADE RESPEITADA, E ESTOU MUITO FELIZ HOJE POIS O GARRA ENCONTRA-SE LÁ NA CIA DE ROTAMO. SALVE A TODOS OS GUERREIROS DESTE BATALHÃO! FIQUEM COM DEUS ! ASSIM COMO TODOS OS PMS DA BAHIA.SELVA!!!!!!!!! AMÉM

    ResponderExcluir
  11. BAHIA E MACELO DIAS13 de maio de 2010 10:15

    Homenagem ao colega Adilson Barbosa (Checadinho):
    Choquiano de 84, montou a pista de ação e reação
    atualmente AL OF de 1ª linha, sonha em retornar para base de Tigre, felicidade meu amigo e irmão profissional tarimbado que ainda tem muito a ensinar

    ResponderExcluir
  12. colegas sera q vale apena lutar com os marginais para defender a sociedade e ,
    sÓ quem é reconhecidos são os nosso superiores reflita nisso companheiros veja se eles tem coragem de solicitar ao governo melhores salario para a cetegoriA?

    ResponderExcluir
  13. Base tigre, saudades e esperança de retornar

    ResponderExcluir
  14. O policial do choque hoje representa o verdadeiro espirito do policial militar, pautado no respeito ao superior hierarquico, disciplina, e profissionalismo. A Polícia Militar da Bahia precisa aumentar e muito as unidades especializadas e os seus efetivos, pois essas unidades apresentam bons resultados e tem o respeito da sociedade. É preciso também melhorar as condições de trabalho deste homens, viaturas novas, equipamentos e armamentos novos. Boa sorte policiais militares especializados, vocês honram a farda que vestem e nos temos orgulho dessas unidades na PMBA.

    ResponderExcluir
  15. eu amo a policia bahiana esses querreiros tem q ganhar mais para entrar na favela emfrentar bandidos eles estao de parabéns

    ResponderExcluir
  16. viva o choque ,e ficara melhor ainda com a PEC 300,sellllllllva.

    ResponderExcluir
  17. O que mantém o Btl Choque vivo? O governo? O secret de seg públic? NÃO... apenas o ESPÍRITO IMORTAL DA INFANTARIA DE GUERRA, vivo em cada combatente que veste essa farda rajada, e que luta nessa guerra diária contra violência.abandonados com salários vergonhosos, desvalorizados por quem tem autoridade e caneta nas mãos...

    ResponderExcluir
  18. é graças Deus tive a oportunidade de me formar no BPCHQ sobre o comando do Cap Guerra hoje major em Barreiras e espero que o CMT geral liberem logo essas transferencias pois pretendo voltar pra lá e sair da região de Barreiras

    ResponderExcluir
  19. Srº CMT Geral A tropa de choque esta precisando de OXIGÊNIO e MOTIVAÇÃO para cumprir a sua missão constitucional, as outras tropas especializadas recebe horas extras só a MÃE das especializada que não recebe qual o porquê desta situação Srº cmt. O batalhão esta perdendo as suas características principal srº coronel,tem cap. acumulando funções em subunidades sem o compromisso com seus policiais. A que saudades do coronel Zeliomar e do Cap. Adelmo verdadeiros Choqueanos que ouvia os praças. Srº CMT Geral peço-lhe desculpas pelo desabafo agradeço a sua atenção. CHOQUE SELVAAAAAAAAAA.

    ResponderExcluir
  20. Boa noite, é com muita honra que visito este site e quero parabenizar os guerreiros desta unidade, vale lembrar que grandes são os guerreiros que passam pelo militarismo e deixam suas marcas.
    Gostaria de parabenizar um jovem que não é do CHOQUE que mora acredito eu em Mata Escura, conheci com o nome de Marcio chuck, o vi fazendo atividades com crianças no bairro no ano de 2009 e ao perguntar a ele se não tinha interesse em estar na polícia ele me disse: "Sou caveira até morrer e se faço isto por estas crianças é porquê sai do exército e não tinha pra onde ir". Fico a me perguntar, será que o lugar dele não é ai com vocês CHOQUIANOS, o cara é todo operacional, eu também fui militar da marinha mas igual aquele rapaz nunca vi, cheio de enérgia e vibração.

    ResponderExcluir
  21. Srº CMT Geral A tropa de choque esta precisando de OXIGÊNIO e MOTIVAÇÃO para cumprir a sua missão constitucional, as outras tropas especializadas recebe horas extras só a MÃE das especializada que não recebe qual o porquê desta situação Srº cmt. O batalhão esta perdendo as suas características principal srº coronel,tem cap. acumulando funções em subunidades sem o compromisso com seus policiais. A que saudades do coronel Zeliomar e do Cap. Adelmo verdadeiros Choqueanos que ouvia os praças. Srº CMT Geral peço-lhe desculpas pelo desabafo agradeço a sua atenção. CHOQUE SELVAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir
  22. A insatisfação é grande,pois todos sabem dos serviços prestados á sociedade por parte dos policiais de Choque em especial ROTAMO, que cumprem o seu dever apesar de quase sempre não ter condições operacionais para fazê-lo,arriscando suas vidas em prol de uma sociedade e um governo que não valoriza este serviço,sobrecarregando os policiais, que para dar o básico á sua família enfrenta estressantes e cansativas cargas horária.
    PARABÉNS GUERREIROS DO CHOQUE!!!!!

    ResponderExcluir
  23. Todos vocês estão de parabéns Choqueanos, Eu também sou um apaixonado pelas especializadas, trabalham com afinco e responsabilidade. E o mais injusto não são reconhecidos pela sociedade, governo e o mais cruel pelos comandantes, esses não tem coragem de mover uma palha para melhorar ou lutar em prol melhoramento de trabalho das praças, são poucos os oficiais que tem a disposição de manifestar-se para defender a classe, é uma inércia terrível!!! Não sabendo eles que depois de Ten as outras estrelas são consequência do bom trabalho das praças. A PEC 300 este ai e eles não se mobilizam para nada.

    Que Deus Abençoe e tenha compaixão da todos nós!!!!!!!

    ResponderExcluir
  24. A MELHOR TROPA DA BAHIA HOJE CHAMA-SE RONDESP, O TERROR DA BAHIA!!!

    ResponderExcluir
  25. Ainda vou fazer parte desta equipe.

    ResponderExcluir

 

Copyright 2009 Todos os Direitos Reservados | Revolution church Blogger Template by techknowl | Original Wordpress theme byBrian Gardner