quinta-feira, 17 de junho de 2010

Conhecendo as Companhias Independentes de Policiamento Tático (RONDESP)


Das unidades policiais militares que compõem a Polícia Militar da Bahia, a RONDESP é daquelas que mais ganha notoriedade e confiança da sociedade baiana. Nascida como uma operação do antigo Comando de Policiamento da Capital (CPC), a RONDESP, até 15 de maio de 2002, era empregada com uma única viatura operacional, que servia ao Capitão PM Coordenador, fiscalizando e supervisionando todos os serviços operacionais dos finais de semana, feriados e no período noturno e diurno na Cidade do Salvador.

Após a transferência dos Batalhões de Polícia Militar da capital para o interior, desmembrando a área de atuação para Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPM), as quais ficaram responsáveis por inúmeros bairros de Salvador, verificou-se dentro da PM, um aumento da necessidade de apoiar estas unidades, com vistas ao combate da criminalidade, além de aumentar o número de viaturas realizando rondas ostensivas. Desta forma, foi criada a Operação RONDESP.

Muitos dos PM que estão nas RONDESP, vieram do Batalhão de Policia de Choque, das Companhias Especiais que faziam parte do conjunto dos 5 (cinco) Batalhões PM (5º, 6º, 7º, 8º e 12º BPM) que existiam em Salvador e um na RMS. Por isso, nota-se um perfil maduro e voluntarioso para as missões do rádio-patrulhamento ostensivo desta tropa. Todos PM antes de servirem na Rondesp passavam e passam pelo crivo do serviço de informações da PMBA, a Coordenadoria de Missões Especiais. (CME).


Mesmo sem ter sido criada por lei estadual à época de sua implantação, a RONDESP era considerada e tinha o valor de uma Companhia Independente, pois possuía sede própria, carga de armamento bélico, viaturas padronizadas, diversos materiais do Estado e efetivo PM próprio.

Já em 28 de julho de 2009 a tropa da RONDESP foi elevada a uma formatação maior, recebendo 40 viaturas e 575 PM, pois havia um desejo do Comando da PMBA anterior, em transformar a Operação Rondas Especiais em um batalhão de rádio-patrulhamento que seria subordinado ao Comando de Policiamento Especializado (CPE), porém ficou subordinado inicialmente ao CPC. Para se chegar a esse número cada Unidade da Capital forneceu 08 (oito) PM’s. Por isso, chegou-se a fazer estudos junto a Rota da PMESP e o BOPE da PMERJ, para formar a nova doutrina da Unidade valor Batalhão.


Com a mudança do Comando Geral da PMBA, tendo assumido o Exmo. Sr. Cel PM Nilton Régis Mascarenhas, em 06/08/2009, a idéia da criação do Batalhão de Rondesp foi remodelada, surgindo o novo modelo de três Companhias Independentes de Policiamento Tático (CIPT), dentro de Salvador e mais uma CIPT na Região Metropolitana. Esse é o nome correto das quatro novas Unidades, ficando RONDESP como nome de fantasia. Assim temos hoje as três Rondesp/Atlântico, Rondesp/Baía de Todos os Santos, Rondesp/Central dentro de Salvador, e Rondesp/RMS atendendo os municípios da Região Metropolitana. Os seus Comandantes foram nomeados no Diário oficial do Estado em 26/09/2009. Atualmente são os TC PM Humberto Sturaro, Cmt. da Rondesp/Central; TC PM Eduardo Costa Ferreira, Cmt.da Rondesp/Baía de Todos os Santos e os Majores PM Sergio Freire, Cmt. da Rondesp/RMS e Major PM Valter Souza Menezes, Cmt. da Rondesp/Atlântico.

A RONDESP tem como objetivo fornecer à população soteropolitana e das cidades da Região Metropolitana de Salvador (RMS), apoio tático móvel na atividade de segurança pública, além de servir de tropas de reação imediata e reforço operacional da capital, nas diversas áreas de atuação das Unidades Operacionais, dentro dos seus CPRC.

Muitos perguntam o motivo da RONDESP funcionar de forma tão eficiente. A resposta está na mobilidade que o efetivo tem, no poder de fogo nas diligências, boa comunicação entre as guarnições, instrução continuada, com base no Projeto de Técnicas e Táticas PM (PTTPM), que os PM passam, tendo aulas de defesa pessoal, gerenciamento de crise, tiro policial, uso da Taser e abordagens diversas. Também a seleção continuada que é feita dentro da tropa, por parte da CME e do próprio efetivo que não suporta PM com condutas irregulares.

Parabéns aos policiais que compõe a RONDESP pelo retorno positivo que têm dado à Polícia Militar e à sociedade baiana. O investimento e a confiança depositada tem valido a pena...

Clique e veja fotos da RONDESP em atuação (instruções, abordagens etc).

17 comentários:

  1. eh mas quando chega aki nas area aplica o terror em todo mundo

    ResponderExcluir
  2. PARABÉNS A RONDESP E AO CEL MASCARENHAS, QUE TEM DADO APOIO DESDE QUE ASSUMIU O CMDº GERAL DA PM. ESSE POLICIAMENTO TEM QUE SE FAZER RESPEITAR MESMO. NADA DE SORRISOS E BOAS MANEIRAS NO MOMENTO DA ABORDAGEM, POIS VÁRIOS COLEGAS JÁ PERDERAM A VIDA POR SEREM EDUCADOS NESSE MOMENTO CRUCIAL. DEPOIS PEDE-SE DESCULPAS PELO EXCESSO, ÀS PESSOAS QUE FORAM
    ABORDADAS. SE NÃO ACEITAREM, POUCO IMPORTA

    ResponderExcluir
  3. pergunto se a rondesp(cipt) capital sera expandida para o interior

    ResponderExcluir
  4. TENHO MUITO, MAS MUITO ORGULHO DE JÁ TER PERTENCIDO À GLORIOSA RONDESP, AQUELA DE PERNAMBUÉS...EM 16 ANOS DE FORMADO, SEM DÚVIDA, FOI A MAIS ENRIQUECEDORA EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL OPERACIONAL...CONCORDO COM O AUTOR DO ARTIGO EM GÊNERO NÚMERO E GRAU, PORÉM, O ILUSTRE AUTOR NÃO CITOU O PRINCIPAL MOTIVO DE SUCESSO: "O DESPRENDIMENTO, CORAGEM E AS VEZES INSANO AMOR À CAUSA QUE A TROPA (OFICIAIS E PRAÇAS)DEDICA.
    CAP PM RICARDO.

    ResponderExcluir
  5. Esse é o chocolatão da Bahia!
    Chega junto!
    Bota para quebrar sobre os bandas,
    Não mia almoço, jantar ou lanche,
    É unida prakas!
    Tudo é na base do rachado!
    Gosta de festa de pirigas.

    Mas acima de tudo veste a camisa da PM!
    Viva a Rondesp!

    ResponderExcluir
  6. Major PM Valter Souza Menezes18 de junho de 2010 09:26

    Na verdade, é um peso valoroso, uma responsabilidade muito grande, portar este nome RONDESP, na nossa Centenária Milícia de Bravos! Como bem disse o poeta: “Respeitem que podem chegar aonde à gente chegou”. E chegamos com a ajuda de todos, de muitos, do Comando da PMBA! É um grande privilégio, uma grande honra está em uma das CIPT, levando o nome RONDESP, pois essa história está sendo construída com muito suor, lágrimas, noites trabalhadas, a constante busca do fazer certo, do acertar sempre, sem medo, com respeito a nossa comunidade e a Lei! Obrigado aos muitos PM que bem serviram e já saíram, mas o nome, a força desta Unidade permanece plantada em seus corações! Grato também aos cidadãos PM que continuam fazendo essa história da PMBA, dentro da Família Rondespiana!
    “Respeitem quem pode chegar aonde à gente chegou”.
    Valter Souza Menezes – Maj PM
    Cmt. RONDESP/Atlântico

    ResponderExcluir
  7. Os caras são o terror de Salvador e região metropolitana.

    ResponderExcluir
  8. O que atropa sente e propala, é que, se a RONDESP possui a mesma escala de serviço das CIPMs e faz as mesmas atividade dos demais policiais-militares e ganham hora extra por isso, que trabalhem eles. Nas CIPM, apesar de possuir escala de serviço igual, concorrem a trabalhos extras de patrulhas em shows, eventos de bairros e eventos esportivos no Barradão e em Pituaçu, sem direito a dinheiro extra e uniformes, apesar de ser previsto no Estatuto. a RONDESP sempre recebe uniformes e hora extra. Realmente, que trabalhe eles.

    ResponderExcluir
  9. É anônimo se nem o rei dos reis agradou á todos qum somos nós RONDESPIANOS para agradar ! Nos somos queridos por poucos , odiados por muitos mas respeitados por todos !

    ResponderExcluir
  10. muito bom,obrigado pelo elogio;mas o que precisamos mesmo é de reconhecimento dentro da própria pm porque,da população nós já temos,vcs do escalão superior deveriam era melhorar nossas condições de trabalho,pouco combustivel e viaturas velhas são só alguns dos nossos problemas,sem falar nos salários baixos e hs extras nem sempre suficiente para todo nosso efetivo. uma outra coisa,quando era batalhão colocavamos 25 as vezes 30 viaturas por turno na área eramos muito mais eficientes pq chegavamos em qualquer lugar em 5,10 minutos no maximo para apoiar nossos colegas. o que deveria ser feito na realidade era dar suporte ao batalhão com um efetivo treinado e estimulado,com cursos de radio patrulhamento em outros estados(praças e oficiais)e criar um curso da propria unidade sendo que todos os pms que quisessem vir para rondesp deveriam ser aprovados no curso e os melhores selecionados,assim os que já estão aqui se sentiriam valorizados,tbm todas as intruções dos novos pms seriam dadas pelos policiais da rondesp assim criariamos uma só doutrina,uma só forma para o rádio patrulhamento na bahia,com certeza isso sim seria nos valorizar e pensar no bem comum.se o batalhão estava dando certo pq mudar?se o comandante estava conseguindo conduzir a tropa bem,para que dividir?só fez enfraquecer,desestimular e aumentar as despesas do estado com novos comandantes que recebem outras gratificações pelo simples fato de fazer o que já faziamos,observei que os senhores ñ pensaram na população,nós somos prestadores de serviço,servimos a população e se eles estavam sendo beneficiados tudo deveria continuar como estava,a única coisa que deveriam fazer era dar mais condições ao mj e seu efetivo,isso era pensar no bem comum.nós temos compromisso,e vcs?só pensam em vcs.

    ResponderExcluir
  11. A marginalidade em nossa cidade só faz aumentar, acusam a educação, falta estrutura familiar e até o governo, pois é a policia fica com o cargo mais dificil de tentar melhorar um pouco nossa cidade deixar um pouco de esperança para que possamos ver nossos filhos crescer pois a violencia esta em todas as partes, esses homens são recebidos na maioria das vezes com "guerra" pois os marginais dizem não temos nada a perder ai pergunto quem sabe só acusar sabe que esses policias tem mãe, pai, filhos enfim familia então pensem antes de julgar.

    ResponderExcluir
  12. em se tratando de policia se for compara com as do pais a rondesp esta em primeiro lugar parabens comandantes e comandados pela postura e um perfil maduro de todos voces policias

    ResponderExcluir
  13. Amigo. Sou da Rondesp e não aceito este tipo de comentario. O Cmt Geral foi muito sábio quando estruturou a Rondesp neste modelo. Conhecemos todos os companheiros de perto e nossos comandantes. Parabens famlia Rondesp.

    ResponderExcluir
  14. me desculpe a franqueza....mas Cia Especializada disto e daquilo é só embuste....é para soldado que não tem miolo e não estuda...

    ...quem estuda nem quer saber destas ilusões, pois sabe que no final de tudo ninguém valoriza as ações dos PMs e estas CIAS só servem para recrutar gente truculenta e mercenária.

    ResponderExcluir
  15. Gostaria de parabenizar a Polícia Militar como um todo, pela brilhante atuação no pelourinho durante o jogo da copa nesse domingo. Rendeu até um post no A QUEIMA ROUPA.
    veja lá:
    http://aqueimaroupa.com.br/?p=19620

    ResponderExcluir
  16. Hoje a Bahia não consegui viver mais sem a RONDESP, mesmo sem ser valorizada como merece pelo governo e principalmente pela PMBA. Contando apenas com policiais voluntarios e comprometidos, que tem como objetivo primordial servir bem a sociedade baiana. Podem mudar o nome como fizeram mas a RONDESP É FORTE, e graças a ela a sociedade baiana ainda consegue ter um pouco de paz.

    ResponderExcluir
  17. No interior as cia especiais -CETO, fazem o mesmo papel de cias especializadas em que ninguem sabe.A ceto nao recebe apoio de ninguem esqueceram de nós chega ate ser engraçado.NAo ei quem foi quem criou esta cigla de ceto pra que se nao e reconhecida e melhor acabar com esse embuste porco.

    ResponderExcluir

 

Copyright 2009 Todos os Direitos Reservados | Revolution church Blogger Template by techknowl | Original Wordpress theme byBrian Gardner